Tuesday, April 12, 2005

E eis que (fim)

A areia estava ainda quente. Tinha vestidas umas vulgares calças de ganga e uma banal camisa por dentro das calças. Deitei-me de frente para o mar, com o queixo em cima das mãos e absorvendo o calor a areia na minha barriga. Os pensamentos navegavam por toda aquela imensidão de mar. A praia ficara deserta.

Chegaste sem eu dar conta e tocaste meus pés. Quis olhar mas a tua mão afagou os meus cabelos e obrigou-me a continuar a olhar o mar. Abriste um pouco as minhas pernas e ajoelhaste-te junto às minhas cochas. Senti a camisa subir e as mãos tocarem o meu corpo. Subiste por dentro, tocando-me sempre, até ao meu pescoço. A camisa subiu e senti o teu corpo junto do meu. Ouvi o barulho de uma tesoura e todas as minhas costas ficaram à tua mercê, e tu deitaste-te sobre mim. Senti o teu peito nu em cima de mim e ficámos assim muito tempo, com as tuas mãos a percorrerem a minha cara e eu sentindo o sabor dos teus dedos, até uma noite de lua nova cair por completo sobre nós. Só nessa altura as minhas mãos saíram de baixo do queixo e procuraram o teu corpo. Toquei de imediato as tuas ancas com as pontas dos dedos. Estavas Nua. Não era só o teu peito que estava despido, era todo o teu corpo que clamava o meu desejo. Levantei um pouco o peito e rolei sobre ti, ficando agora tu como eu estava anteriormente. Toquei o interior quente das tuas pernas, mas tu não reagiste. Passeei então a ponta da língua pelas tuas costas salgadas dos banhos que tomaras à tarde. Senti então o teu ardor. Levantei-me e tirei as calças, deitando-me em cima de ti. Sem palavras disseste sim, e a minha excitação penetrou a tua, num louvor e num ardor bem próprios do calor da praia. O nosso amor fluiu durante muito tempo até cair de cansaço. Ficámos então a ver as estrelas até de levantares, beijares os meus lábios, e afastares-te para longe.

Fiquei a dormir na praia. Aos primeiros raios da manhã vi o ouro do teu cabelo no meu ombro e voltei a desejar-te mais do que nunca. Mas nessa altura não estavas lá.

3 Comments:

Blogger Delírio da Loirinha said...

Bem... que inspiração....
Muito bonito...
Já deu para reparar que tens um fetiche por pés...
beijinhos doces para ti C

6:03 AM  
Blogger D said...

Esta lindíssimo mesmo:)

1:33 AM  
Blogger Delírio da Loirinha said...

Obrigada pelas tuas palavras doces... mais uma vez...
Andas com porblemas em publicar posts na Blogger? Vai-te habituando porque isso acontece muitas vezes...
Beijinhos doces

2:52 AM  

Post a Comment

<< Home